Como entrar na faculdade gratuitamente? Descubra neste artigo

Como entrar na faculdade gratuitamente? Descubra neste artigo

Hoje em dia, entrar numa faculdade é um sonho possível de realizar. Graças aos vários programas sociais que facilitaram a entrada de jovens no ensino superior, o Brasil vem mudando a realidade e o nível educacional do país a cada ano.

PUBLICIDADE


São várias as opções de programas disponíveis para quem quer cursar uma faculdade. Vamos listar aqui as principais modalidades de bolsas de estudo que tornarão real a mudança de vida dos cidadãos de todas as classes sociais do Brasil.

Veja também:

1 – Universidades Públicas

Essa é a opção mais clássica para quem não pretende pagar pelo Ensino Superior sem abrir mão da qualidade. Universidades federais, estaduais ou municipais são gratuitas, e basta que o estudante seja aprovado no vestibular para realizar o ingresso.

A maior dificuldade, neste caso, é passar no vestibular. Por serem muito disputadas, as vagas em Universidades Públicas costumam exigir um nível de acertos muito alto. Os candidatos que desejam entrar no processo seletivo, precisam estar preparados para vencer a concorrência.

Uma boa dica, neste caso, é focar no ENEM, já que uma boa parte das vagas de Universidades Públicas está sendo disponibilizada através do Exame. Além disso, o ENEM é requisito para algumas das outras opções de financiamento e bolsa.

PUBLICIDADE


2 – Prouni

A melhor maneira de conseguir uma bolsa integral, que paga 100% do valor das mensalidades, é pelo Programa Universidade para Todos (ProUni). Para conceder o benefício, o ProUni exige de todos os candidatos uma dedicação mais intensa.

Todos os anos o programa distribui milhares de bolsas – mais de 400 mil nas últimas edições – a quem atender a determinados critérios.

As bolsas são disponibilizadas de forma integral, cobrindo todos os custos institucionais, ou parcial, cobrindo metade do valor das mensalidades e custos relativos à instituição. A modalidade disponibilizada depende da renda familiar do candidato.

Para poder realizar a prova, é necessário que o estudante tenha realizado o ENEM, pontuando ao menos 450 no geral, sem zerar a redação. Alunos que receberem a bolsa parcial podem utilizar o FIES para financiar os outros 50% dos custos.

PUBLICIDADE


3 – Universidade Aberta do Brasil – faculdade a distância do governo

Para quem se interessa pela área da Educação, uma alternativa é o sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB). Criado em 2005, a UAB é uma rede formada por instituições públicas que oferece cursos de nível superior por meio de educação a distância.

Apesar de o programa priorizar a capacitação de docentes oferecendo cursos de licenciatura, são disponibilizados também vários cursos superiores via internet em diversas áreas distintas.

O ingresso no programa é como em qualquer curso superior, através de Vestibular e os municípios onde os cursos são oferecidos são geralmente no interior de todos os estados brasileiros.

4 – Instituições com convênio

Muitas instituições possuem parcerias com diversas empresas e oferecem muitas bolsas de estudo para o empregado ou seus familiares. Veja as empresas com as quais a instituição que você quer estudar mantêm parceria e qual o tipo de bolsa oferecida por ela.

5 – Bolsas diretamente nas instituições

Instituições particulares, apesar de oferecerem bolsas no ProUni, também disponibilizam bolsas em seus vestibulares ou seleções com a nota do ENEM. Poucas instituições dão bolsas de 100%, mas muitas concedem bolsas de 50 a 70%, o que deixa o aluno mais tranquilo ao pagar a mensalidade.

PUBLICIDADE


6 – Bolsa de estudo sem fazer o Enem 2020

O Educa Mais Brasil é um programa de inclusão educacional que oferta bolsas de estudo com descontos que podem chegar a até 70% dos valores das mensalidades do curso de escolha. Não há exigência da nota do Enem e nem comprovação de renda familiar para realizar a inscrição e concorrer ao auxílio. Qualquer pessoa interessada pode acessar o site e fazer a inscrição que é gratuita, em qualquer período do ano.


 



    Seja o primeiro a comentar

    Faça um comentário

    Seu e-mail não será divulgado.


    *