Como fazer cursos de enfermagem gratuitos. Veja mais aqui!

Veja todos os métodos para fazer enfermagem de graça!

Os enfermeiros são profissionais de saúde responsáveis ​​por prestar aos pacientes os cuidados mais diretos e cuidadosos, trata-se de uma área muito procurada, motivo pelo qual existem diversos cursos de enfermagem gratuitos.

Isto porque os enfermeiros realizam fiscalizações, administram injeções, administram medicamentos prescritos, fazem curativos e triagens de casos, organizam prontuários, garantem a organização e limpeza do ambiente hospitalar, separam os instrumentos cirúrgicos e coordenam a equipe. Ou seja, fazem parte do corpo profissional que é essencial ao funcionamento do hospital. Diante disto, existem uma variedade de cursos gratuitos de enfermagem disponíveis no mercado.

É importante lembrar que uma enfermeira não é assistente de um médico. Seu trabalho é colaborar com outros profissionais de saúde para garantir a saúde dos pacientes, não só isso, pois existem diversas técnicas e especializações para o enfermeiro.

As funções são integradas, mas independentes. Os técnicos e auxiliares de enfermagem só podem trabalhar em determinadas circunstâncias e sob a supervisão de enfermeiros. Enfermeiros trabalham em hospitais, clínicas, empresas e até prestam ajuda em casa. Sua atuação é baseada na supervisão de técnicos e auxiliares de enfermagem, preparo dos equipamentos e assistência ao paciente.

PUBLICIDADE


Como são os cursos de enfermagem gratuitos?

O curso de enfermagem é um curso de nível superior voltado para a formação de profissionais responsáveis ​​por cuidar do paciente e valorizar a qualidade da saúde do paciente. Devem sempre trabalhar com base na ética e na humanidade.

O tempo médio de graduação para graduados em enfermagem é de quatro a cinco anos, e eles se dedicam principalmente ao trabalho de enfermeiros em ambulatórios, pronto-socorros, centros de saúde e hospitais.

No primeiro ano, as disciplinas teóricas dominam e, gradativamente, os alunos começam a compreender os procedimentos técnicos. Mas já no segundo ano, ele começou a consultar o médico e a cuidar da enfermaria.

Ao escolher um curso de enfermagem gratuito, você ainda pode optar pelo bacharelado ou graduação. O bacharelado pode servir como enfermeira, e os graduados podem exercer a profissão e ministrar cursos em cursos de nível técnico e escolas de formação de auxiliares de enfermagem.

Segundo o Ministério da Educação (MEC), os temas que os estudantes irão encontrar no curso superior de Enfermagem são:

  • Anatomia
  • Fisiologia
  • Histologia
  • Bioquímica
  • Biofísica
  • Microbiologia
  • Patologia
  • Farmacologia
  • Parasitologia
  • Biologia
  • Genética
  • Psicologia
  • Sociologia
  • Educação em Saúde
  • Humanização
  • Assistência de Enfermagem ao Indivíduo, à Família e à Comunidade nos Ciclos de Atenção Primária, Secundária e Terciária
  • Administração de Enfermagem

Para se formar, o aluno precisa realizar o estágio obrigatório, sempre supervisionado por enfermeiros e professores, além de realizar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

PUBLICIDADE


Melhores cursos de enfermagem gratuitos?

Segundo o RUF – Ranking Universitário da Folha – as 20 melhores faculdades de enfermagem são públicas e oferecem cursos de enfermagem de forma gratuita, com exceção das UNIP, quem se encontra em 16º lugar no ranking, vejamos:

UFMGUniversidade Federal de Minas Gerais
USPUniversidade de São Paulo
UNICAMPUniversidade Estadual de Campinas
UFRJUniversidade Federal do Rio de Janeiro
UFRGS
UNESP
UERJ
UFSC
UFBA
10º UNIFESP
11º UFC
12º UNB
13º UFG
14º UFPR
15º UFF
17º UFSCAR
18º UNIRIO
19º Einstein
20º UFTM

Veja também:

PUBLICIDADE


Como fazer um curso de enfermagem sem pagar?

Mas fica a dúvida, diante de tantas universidades públicas, como ingressam em uma, para fazer um dos cursos de enfermagem tão desejados? Em razão disto, separamos os melhores caminhos e programas para o interessado conseguir ingressar em um universade pública, vejamos:

SISU

O Sisu é um sistema informatizado do Ministério da Educação, e as instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para candidatos que fazem o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Os candidatos com melhor classificação são selecionados com base em suas pontuações nos testes. Os candidatos selecionados na primeira ou segunda opção têm apenas esta oportunidade de se inscrever. Portanto, fique atento ao prazo!

Se for selecionado na primeira ou na segunda opção, independentemente da forma de inscrição, não poderá manifestar interesse em participar na lista de espera.

O período de tempo especificado na tabela de horários. Poderá participar qualquer pessoa que não tenha sido selecionada em nenhuma das opções em concurso regular, podendo escolher apenas uma das opções vagas definidas na fase de registo. Na lista de espera, é importante que o aplicador do teste compareça à chamada de admissão juntamente com a agência de vagas selecionada.

O SISU é uma das melhores opções para ingressar na universidade pública federal, usando a nota do enem para tal.

Para as demais universidade que não são públicas, as melhore opção são as seguintes:

PROUNI

O Prouni é um programa criado pelo Ministério da Educação (MEC) para conceder bolsas parciais ou integrais a universidades privadas. O desconto é válido para todo o período de graduação, mas caso o aluno não seja aprovado em pelo menos 75% das disciplinas em cada semestre, a bolsa pode ser interrompida. As inscrições acontecem uma vez por ano e começam na data definida pelo MEC.

Para se inscrever, é necessário ter participado do último inimigo, com pontuação média de pelo menos 450 pontos, e pontuação maior que zero na redação.

Além disso, o candidato deve satisfazer a pelo menos uma das condições abaixo:

  • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública.
  • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede particular, na condição de bolsista integral da própria escola.
  • Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede particular, na condição de bolsista integral da própria escola privada.
  • Ser pessoa com deficiência.
  • Ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrante de quadro de pessoal permanente de instituição pública e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura. Nesses casos, não há requisitos de renda.

 






    Seja o primeiro a comentar

    Faça um comentário

    Seu e-mail não será divulgado.


    *