INSS 2021: Veja as datas para a prova de vida e saiba quem deve fazer!

Após alguns meses de suspensão, o INSS retomou a obrigação de emitir provas de vida. Portanto, a partir de agora, quem não conseguir concluir esse processo correrá um sério risco de perder os benefícios do auxílio. Porém, depois de tanto tempo, ainda existem pessoas que não sabem se pertencem a esse grupo obrigatório.

PUBLICIDADE


Afinal, quem precisa fazer essa prova de vida agora e se não fizer, quem perderá o benefício?

Segundo o próprio INSS, todos os aposentados, pensionistas ou beneficiários de programas de auxílio devem comprovar a vida. Mas desta vez, apenas os brasileiros que não concluíram o procedimento desde março de 2020 são os que precisam fazê-lo agora. Portanto, se o aposentado fez o último teste de vida antes de março de 2020, ele deve acelerar o procedimento ainda este ano. Para isto, ele tem que seguir uma espécie de calendário para saber qual é o novo prazo final para ir até o banco, podendo ir antecipadamente a data prevista.

Saiba quem não precisa fazer a prova de vida?

Segundo o INSS, cerca de dois terços dos aposentados e pensionistas neste ano não precisam mais se preocupar com o comprovante de vida. Isso porque eles ja fizeram esse procedimento de março de 2020 até agora. Portanto, isso significa que quem se submeteu ao procedimento no ano passado não precisa repetir. Pois o INSS cancelou a obrigatoriedade do certificado de vida. No entanto, no ano passado e no início de 2021, qualquer pessoa que quiser pode fazer isso. Portanto, este não é um comportamento proibido. É por isso que muitos usuários decidem executar este procedimento. Quem já realizou a prova, não há necessidade de seguir este calendário. Apenas fique em casa, não se preocupe. A propósito, isso também é válido para pessoas que fazem o exame digitalmente. Nestes casos, o processo é cara a cara. Portanto, tem o mesmo valor. Caso não tenha a comprovação da prova de vida, os benefícios serão suspensos.

PUBLICIDADE


Acesse também:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*