Veja como sacar o abono salarial retroativo de R$1100 do PIS/PASEP!

Para aqueles que ainda não sacaram o PIS/PASEP até 30 junho, foi reaberto para os trabalhadores retirarem o dinheiro!

PUBLICIDADE


Se você é trabalhador e não cumpriu o prazo para sacar o PIS / Pasep 2019 ano base, saiba que ainda pode resgatar seus benefícios. Os bônus salariais podem ser retirados antes de 30 de junho, mas muitos trabalhadores não puderam recebê-los. Portanto, de acordo com a Resolução nº 838 do Comitê de Revisão do Fundo de Amparo ao Trabalhador, publicada em 24 de setembro de 2019, os cidadãos têm o direito de solicitar benefícios dentro de 5 anos após a liberação.

Porém, é necessário aguardar o novo prazo de recolhimento do PIS / Pasep para isso. Como se inscrever no PIS / Pasep retrospectivo? Para obter os salários e gratificações retroativamente, o trabalhador precisa verificar como são realizados os procedimentos na instituição financeira onde recebe os benefícios. Para os servidores públicos beneficiários do Pasep, o Banco do Brasil recomenda que você disque 158 para entrar em contato com o “Olá Trabalhador”.

Como deve funcionar o PIS / PASEP em 2022?

Por motivos orçamentários, o Governo Federal decidiu estender o prazo de pagamento do PIS / Pasep 2020/2021 para 2022. Os benefícios serão distribuídos aos trabalhadores a partir de junho deste ano. Deixe que os empregadores relatem seus dados corretamente no Relatório de Informações Sociais de 2019.

Como retirar o PIS / PASEP?

Para sacar o abono salarial, o trabalhador deve dirigir-se à Caixa Econômica ou à agência do Banco do Brasil de acordo com o escopo de atuação. Basta seguir o calendário que o governo federal vai divulgar com base no mês de nascimento de cada cidadão. Em relação ao pagamento para o próximo ano, até o momento não há período de saque mais longo.

Qual é o valor do abono salarial?

O valor alocado pelo PIS / Pasep varia de acordo com a data de assinatura da carteira de trabalho do cidadão no ano base. Segundo o salário mínimo em vigência, quem trabalhou 30 dias no ano competente, recebe o valor mínimo de R$ 92, já quem trabalhou os 12 meses do ano anterior, recebe o abono máximo de R$ 1.100.

Veja a tabela abaixo:

Proporção Valor
1 mês trabalhado R$ 92,00
2 meses trabalhados R$ 184,00
3 meses trabalhados R$ 275,00
4 meses trabalhados R$ 367,00
5 meses trabalhados R$ 459,00
6 meses trabalhados R$ 550,00
7 meses trabalhados R$ 642,00
8 meses trabalhados R$ 734,00
9 meses trabalhados R$ 825,00
10 meses trabalhados R$ 917,00
11 meses trabalhados R$ 1.009,00
12 meses trabalhados R$ 1.100,00

Contudo, cabe salientar que em janeiro de 2022 o salário mínimo será alterado, em razão disso, os valores do abono salarial também serão corrigidos para o próximo pagamento.

Acesse também:


Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*